Todas as notícias

Santa Casa de Misericórdia de Barbacena forma primeira turma de Residência em Pediatria

Da Redação

Publicado em 17 de MARÇO de 2017 às 11h44


Evento aconteceu no auditório da Santa Casa de Misericórdia de Barbacena

Um evento realizado na noite da última quinta-feira, 16, marcou a trajetória da Santa Casa de Misericórdia de Barbacena, pois a entidade formou sua primeira turma de residentes em pediatria. Com isso, a Santa Casa confirma novamente o sério trabalho que vem desenvolvendo ao longo de seus quase 165 anos de história. Durante dois anos, as médicas Maria Carolina Feres de Lima e Fabiana Fernandes Toledo cursaram residência em pediatria na entidade, um verdadeiro trabalho que aliou teoria e prática e tudo sobre a supervisão de preceptores qualificados.  

“É uma alegria muito grande presenciar esta primeira formatura de residentes médicas, ainda mais que foi feita em pediatria. É um motivo de muito orgulho para nós pelo fato de ser a pediatria o coração da Santa Casa de Misericórdia de Barbacena. A Residência em Pediatria não foi uma coincidência, e sim um verdadeiro presente de Deus para esta entidade que tanto trabalha em prol da população”, pontuou Cleyde Maria Rocha Marks, provedora da Santa Casa.

Em seu discurso de abertura do evento, o diretor geral da Santa Casa, Dr. Cláudio Peixoto e também coordenador da Comissão de Residência Médica - Coreme, destacou como foi importante para a entidade a conquista de ter em sua estrutura a residência em pediatria, “pois é um marco para a história da Santa Casa de Misericórdia de Barbacena estarmos comemorando o término da primeira turma e esperamos que estes frutos sejam sementes duradouras, pois temos plena certeza de que foram formados com excelência”.

A Santa Casa de Misericórdia entrou no rol dos hospitais a terem residência médica no ano de 2015. O Programa de Residência Médica em Pediatria é acompanhado e administrado pela Comissão de Residência Médica - Coreme da Santa Casa. Um trabalho que está ligado ao Ministério da Educação - MEC e ao Ministério da Saúde, entidade mantenedoura das bolsas de estudos para os residentes.

Quem também ficou satisfeita com os resultados desta primeira experiência de residência em pediatria da Santa Casa foi Drª. Maria Cristina Rocha, supervisora do Programa de Pediatria da entidade. “A avaliação que faço é extremamente positiva pela primeira turma que começou e toda vez que inicia um projeto novo é necessário algumas adaptações porque é a primeira experiência”, disse. Ainda de acordo com ela, a residência de pediatria em termos de ensino melhora muito a qualidade do hospital na parte que está sendo direcionada, no caso a pediatria. “Já temos uma segunda turma e vamos aprimorando cada vez mais. Agradeço a todos os preceptores, que de maneira voluntária, contribuíram para que a residência acontecesse e atingisse seus objetivos”, concluiu Drª. Maria Cristina.

“Esta primeira turma que concluímos é resultado de um trabalho em equipe, pois cada um doou um pouco do seu tempo, do seu conhecimento. Quando iniciamos esta residência em pediatria o nosso compromisso era não deixar parar e o resultado é a conclusão desta primeira turma. Enfrentamos vários desafios, mas conseguimos vencê-los. Vocês, formandas, estão indo e deixando uma instituição ainda melhor, mas vocês estão saindo com muita excelência, levando grandes sabedorias dos nossos mestres que aqui estão”, comentou Marcilene Dornelas, Diretora Assistencial da Santa Casa.

Disse ainda que este era o compromisso da Santa Casa, reunir para agradecer a todos aqueles que se fizeram presentes no decorrer desses dois anos. “A todos aqueles que voluntariamente se fizeram presente, que depois da jornada de trabalho, vinham nos ajudar, dar sua contribuição enquanto profissional”, ressaltou.

Homenagens

A noite foi também de homenagens, uma maneira de agradecer aqueles que contribuíram para o sucesso da residência em pediatria e que também são parceiros da Santa Casa. Foram homenageados o provedor emérito, Bonifácio Andrada; prefeito de Barbacena Luis Álvaro; a provedora da Santa Casa, Cleyde Maria Rocha Marks;  Drª Maria Cristina Rocha, supervisora do Programa de Pediatria; José Orleans, Secretário Municipal de Saúde de Programas Sociais - Sesaps; Mauro Jurno, consultor do NETP; Dr. Douglas Lourenço, Preceptor da Residência;  Marcilene Dornelas, diretora Assistencial da Santa Casa; a Equipe do NETP, Rafaela Bianca, Geiciane de Lima, Joyce Lourenço e Ana Lara Martins.