Todas as notícias

Santa Casa integra a Rede Cegonha em busca de mais qualidade na assistência

Marcio Cleber

Publicado em 22 de JUNHO de 2017 às 10h52



A Santa Casa de Misericórdia de Barbacena desde o ano de 2016 passou a integrar a Rede Cegonha, uma importante conquista, pois está permitindo melhorar a cada dia seu atendimento às gestantes, principalmente à aquelas com gravidez de alto risco. Um trabalho focado tanto na qualidade de vida da mamãe quanto do bebê. Dentro das ações, foi criado um comitê composto por médicos e enfermeiros obstetras, médicos e enfermeiros neonatologistas e técnicos de enfermagem que acompanham o trabalho que está sendo realizado na implantação dos quatro processos exigidos pela Rede Cegonha. Sendo a diminuição das taxas de cesáreas pelo SUS; nascimento acima de 39 semanas; atuação permanente junto ao Comitê da Rede Cegonha de investigação e prevenção de óbitos materno, infantil e fetal; taxa de bebês nascidos a termo com escala de apgar (avaliação da vitalidade fetal ao nascer maior do que sete após o quinto minuto de vida).

Dentre as atividades, também está em andamento o processo de implantação de um plano de ação para revisão das taxas de cesáreas SUS realizadas na instituição. O primeiro passo é o auxílio melhorias na qualidade do pré-natal de risco habitual e de alto risco oferecidos à população. A participação da entidade na Rede Cegonha leva a receber recursos que são investidos justamente na melhoria da qualidade de assistência prestada na obstetrícia e na UTI Neonatal da Santa Casa.                                                                                       

A Rede Cegonha é um programa de estratégia do Ministério da Saúde que implementou uma rede de cuidados para assegurar às mulheres o direito ao planejamento reprodutivo e a atenção humanizada à gravidez, ao parto e ao puerpério, bem como assegurar às crianças o direito ao nascimento seguro e ao crescimento e desenvolvimento saudáveis.