Todas as notícias

Santa Casa adota máquina que imprime pulseira de identificação do paciente

Marcio Cleber

Publicado em 11 de JULHO de 2017 às 11h08



A Santa Casa de Misericórdia de Barbacena, seguindo os passos de implantação do Núcleo de Segurança do Paciente - NSP, implantou em seu sistema de funcionamento a máquina que imprime pulseira de identificação dos pacientes. Com esta nova tecnologia, todos os pacientes que derem entrada no hospital para internação recebem esta pulseira de identificação em seu braço direito. Um grande avanço para a entidade que representa ainda mais segurança para o paciente e facilidade maior para os profissionais. Uma importante conquista que vai ao encontro da primeira meta do protocolo do NSP, núcleo este que foi implantado na instituição no final do ano passado.

Na pulseira consta o nome completo do paciente e sua data de nascimento, nome completo da mãe, horário de internação, data de entrada no hospital, por qual convênio está sendo atendido e o nome do médio que assiste ao paciente. A aquisição da máquina é fruto de uma ação promovida pelo Núcleo de Segurança do Paciente juntamente com os funcionários.  Uma outra identificação do paciente dentro do hospital é a placa no leito do paciente, que também foi totalmente padronizada buscando dar mais qualidade e segurança em todo os sistema de funcionamento.

Núcleo de Segurança do Paciente

O Núcleo de Segurança do Paciente está em funcionamento desde o ano passado. Uma das ações é implantação dos seis protocolos: ‘Identificar corretamente o paciente’, ‘Melhorar a comunicação entre profissionais de saúde’, ‘Melhorar a segurança na prescrição, no uso e na administração de medicamentos’, ‘Realização de cirurgia segura em sítio cirúrgico, procedimentos e pacientes corretos’, ‘Avaliação do pacientes em relação ao risco de queda e úlcera por pressão, estabelecendo ações preventivas’.