Todas as notícias

Santa Casa trabalha no incentivo à amamentação

Marcio Cleber

Publicado em 28 de JULHO de 2017 às 08h34



O mês de agosto é conhecido como ‘Agosto Dourado’, quando se faz um incentivo maior à amamentação.  Há cerca de vinte anos, entre os dias 1º e 7 de agosto acontecem ações, no mundo todo, em prol da amamentação. São dias de intensas atividades que buscam promover o aleitamento exclusivo até o sexto mês de vida, se estendendo até os dois anos ou mais. A Semana Mundial de Aleitamento Materno faz parte de uma história focada na sobrevivência, proteção e desenvolvimento da criança.

Barbacena, a Santa Casa de Misericórdia dá um grande exemplo de incentivo ao aleitamento materno. Suas primeiras ações acontecem no leito materno da obstetrícia assim que a mulher ganha seu bebê. As técnicas de enfermagem Rosemary Eva da Silva Lemos Medeiros e Sônia de Oliveira Silveira Goulart vão até as mamães e falam sobre a importância da amamentação, as vantagens tanto para a saúde do bebê quanto da mamãe; explica sobre a pega correta do bebê na hora de amamentar; o que fazer para ter bastante leite; o período de resguardo. Aproveitam também para ressaltar sobre a doação de leite materno, uma ação que tem ajudado a dezenas de bebês na UTI Neonatal da Santa Casa.

Para trabalhar todo este processo de incentivo ao aleitamento materno, a entidade criou o Comitê de Aleitamento Materno. Realiza também coleta de leite humano através do Projeto Amigos do Peito, quando busca as doações do leite na casa das mamães doadoras. Possui também o Banco de Leite, onde fica armazenado o leite para depois ir para pasteurização na Agência de Leite Materno em Juiz de Fora, retornando para ser ministrado aos bebês na UTI Neonatal.

Amamentação

A amamentação é uma prática natural que traz inúmeros benefícios para o bebê, como também para a mãe e a família. O aleitamento materno deve ser exclusivo até os seis meses de vida no mínimo. As vantagens do aleitamento materno são muitas, pois promove uma interação profunda entre mãe e filho; ajuda no desenvolvimento motor e emocional da criança; diminui o risco de hemorragia pós-parto e, consequentemente, de anemia na mãe. O leite materno é um alimento completo e ideal para o bebê, pois ele contém todos os nutrientes em quantidades adequadas.