Todas as notícias

Psicóloga da Santa Casa de Misericórdia de Barbacena participa de congresso no Rio Grande do Sul

Marcio Cleber

Publicado em 13 de SETEMBRO de 2017 às 12h19


Giuliana (estagiária), Laura (estagiária), Rosane Almeida, psicóloga da Santa Casa; e Tayana (estagiária)

A psicóloga Rosane Auxiliadora de Almeida Costa, que atua na Santa Casa de Misericórdia de Barbacena, e também membro da Sociedade Brasileira de Psicologia Hospitalar- SBPH participou Do 11º Congresso da Sociedade Brasileira de Psicologia Hospitalar que aconteceu na cidade de Gramado, no Rio Grande do Sul, de 30 de agosto a 2 de setembro. Também participaram do Congresso as alunas (Giuliana, Laura e Tayana) que são do 10º período do curso de Psicologia da Universidade Presidente Antônio Carlos - Unipac e que fazem estágio na Santa Casa.

Um Congresso que acontece a cada dois anos, e contou com a presença de profissionais qualificados e renomados que realizaram apresentações e exposições de temas relevantes ao contexto hospitalar com um trabalho de qualidade. Uma das inovações apresentadas no Congresso foi a intervenção com crianças e adolescentes diabéticos com o uso de aplicativos como ferramenta de trabalho na clínica hospitalar, possibilitando mais informações e uma melhor aceitação e aderência ao referido tratamento.

Na avaliação de Rosane Almeida, o Congresso possibilitou um repensar a prática, esse cuidado humanizado e um olhar atendo a quem chega ao hospital para realização de seu tratamento. “Nossa realidade permite com muito carinho e ética vislumbrar que estamos no caminho certo e que vamos avançar na retomada de alguns projetos que existem”, disse.

“Percebemos que o serviço de psicologia da Santa Casa vem contribuindo de forma efetiva, conforme a demanda apresentada. Dentro da área hospitalar o que permeia o trabalho e o campo de atuação da psicologia, é a tríade de ação, determinada pela dinâmica doença- internação - tratamento e a tríade de relação, composta por paciente - família - equipe de saúde. Os atendimentos são realizados com pacientes nas clínicas, bem como nas UTI'S; obtendo assim uma diminuição da ansiedade e angústia no momento em que foram acometidos da doença/internação. Realizamos com o paciente e sua família a travessia desse adoecimento, à medida que permanecem hospitalizados”, pontuou Rosane.

O serviço de psicologia na Santa Casa foi implantado em 2008 e atualmente conta com duas psicólogas (Rosane e Aline), e conta ainda com estagiários da Universidade Presidente Antônio Carlos – Unipac, desde então atuando com o objetivo de minimizar o sofrimento de quem está adoentado, permitindo com que ele fale de si, da doença, da vida ou da morte, do que pensa , do que sente , do que teme… e do quiser falar.