Todas as notícias

UTI Neonatal 15 anos -a importância da equipe da enfermagem e técnicos

Marcio Cleber

Publicado em 16 de NOVEMBRO de 2017 às 07h57



Pequeninos, sensíveis e que exigem atenção e cuidado redobrado. Assim são os bebês prematuros dentro da UTI Neonatal. E o serviço da enfermagem e técnicos de enfermagem nesta área vai além porque são profissionais que têm contato constantemente com estes bebês. E também com as demais crianças que por lá passam para um tratamento mais intensivo. Mas a dedicação desses profissionais é tão exemplar que os resultados são extremamente positivos nestes quinze anos de trajetória da UTI Neonatal.

Quem nos relata sobre esta experiência de trabalho dentro da UTI Neonatal é a técnica de enfermagem Sirlene Piedade de Oliveira, com 13 anos de atuação nesta área hospitalar. “Tem sido uma experiência maravilhosa trabalhar com crianças, principalmente os prematuros, que tanto necessitam de uma atenção ainda maior. Eles chegam tão pequenos e acompanhar o seu desenvolvimento e depois vê-los sair e irem para casa, é uma sensação de um dever cumprido, uma missão de trabalho que é resultado de toda uma equipe”, comentou.

Também atuando na UTI Neonatal esta a técnica de enfermagem, Girlene Antônia Rezende Siqueira, com onze anos de profissão sendo nove deles de atuação dentro da UTI. “É uma satisfação enorme poder estar trabalhando dentro da Neonatal, ajudando através de meus conhecimentos profissionais, a seres tão sensíveis que são os prematuros, ou em algum momento, crianças maiores. Quando recebem alta para irem embora, é gratificante, pois sentimos que cumprimos bem nosso dever de promoção da saúde”, disse.