Todas as notícias

Santa Casa celebra “Agosto Dourado”

Marcio Cleber

Publicado em 07 de AGOSTO de 2018 às 08h19


A Santa Casa de Misericórdia de Barbacena para celebrar o ‘Agosto Dourado’ mês dedicado a um incentivo maior à amamentação; fez uma decoração toda especial no rol de entrada da Obstetrícia. Além de trabalhar a importância da amamentação, está também focada em um amplo trabalho de doação de leite materno e também de frascos de vidros para o armazenamento deste leite.

Integra, diariamente, às ações da Santa Casa atividades voltadas para a amamentação. Suas primeiras ações acontecem no leito materno da obstetrícia assim que a mulher ganha seu bebê. As técnicas de enfermagem Rosemary Eva da Silva Lemos Medeiros e Sônia de Oliveira Silveira Goulart vão até as mamães e falam sobre a importância da amamentação, as vantagens tanto para a saúde do bebê quanto da mamãe; explica sobre a pega correta do bebê na hora de amamentar; o que fazer para ter bastante leite; o período de resguardo. Aproveitam também para ressaltar sobre a doação de leite materno, uma ação que tem ajudado a dezenas de bebês na UTI Neonatal da Santa Casa.

Para trabalhar todo este processo de incentivo ao aleitamento materno, a entidade criou o Comitê de Aleitamento Materno. Realiza também coleta de leite humano quando a própria Santa Casa busca as doações do leite na casa das mamães doadoras. Possui também o Banco de Leite, onde fica armazenado o leite para depois ir para pasteurização na Agência de Leite Materno em Juiz de Fora, retornando para ser ministrado aos bebês na UTI Neonatal.

A Santa Casa de Misericórdia é um hospital referência em materno infantil para os 51 municípios da Macrorregião Centro Sul, que possuiu uma população estimada de cerca de 740 mil habitantes. Uma entidade que conquistou o titulo de ‘Hospital Amigo da Criança’, que desenvolve diversas ações em prol da qualidade devida dos bebês.

A prática do aleitamento materno traz benefícios fisiológicos, psicológicos e sócio-econômico culturais tanto para a mãe quanto para o bebê. A amamentação, isoladamente, é a estratégia de maior impacto capaz de salvar a vida de cerca de 13% das crianças menores de 5 anos em todo o mundo por causas previníveis. O estímulo da amamentação exclusiva salva 6 milhões de crianças por ano.

                                                                                                  

Os 10 Passos do aleitamento materno

1 - Ter uma norma escrita sobre aleitamento materno, que deve ser rotineiramente transmitida a toda a equipe do serviço.

2 - Treinar toda a equipe, capacitando-a para implementar essa norma.

3 - Informar todas as gestantes atendidas sobre as vantagens e o manejo da amamentação.

4 - Ajudar a mãe a iniciar a amamentação na primeira meia hora após o parto.

5 - Mostrar às mães como amamentar e como manter a lactação, mesmo se vierem a ser separadas de seus filhos.

6 - Não dar a recém-nascido nenhum outro alimento ou bebida além do leite materno, a não ser que tenha indicação clínica.

7 - Praticar o alojamento conjunto - permitir que mães e bebês permaneçam juntos 24 horas por dia.

8 - Encorajar a amamentação sob livre demanda. 

9 - Não dar bicos artificiais ou chupetas a crianças amamentadas.

10 - Encorajar o estabelecimento de grupos de apoio à amamentação, para onde as mães devem ser encaminhadas por ocasião da alta hospitalar.