História da Santa Casa de Misericórdia de Barbacena


A Santa Casa de Misericórdia de Barbacena foi fundada pela Confraria ou Irmandade de Santo Antônio, organizada em 20 de julho de 1852, e inaugurada a 1º de Janeiro de 1858. Deve-se a fundação aos donativos de Antônio José Ferreira Armond, devido a herança herdada de seu irmão, padre José Joaquim Armond. Antônio José faleceu em 10 de janeiro de 1852, deixando em seu testamento quase toda sua fortuna para a fundação da Santa Casa.

O testamento foi nomeado a Dr. Camilo Ferreira, o qual juntamente com o Vigário Joaquim Camilo Brito, organizaram a Confraria ou Irmandade de Santo Antônio, confiando a ela a direção do Hospital.

Em 1852, o Almanaque Municipal de Barbacena publicou nota sobre o hospital: “... Situado no extremo norte da cidade, este hospital, uma das mais sólidas construções que aqui temos, é um grande e alto sobrado, de 33 metros de frente, todo feito em pedra, tendo em seu interior uma área ajardinada, e no qual está unida uma bonita e rica capela consagrada a Santo Antônio. Além disso, o hospital tem uma bem montada farmácia, onde com receitas da casa, são aviadas gratuitamente aos pobres da cidade, e dispõe também de um arsenal cirúrgico de muito valor e de tudo mais que deve ter uma instituição dessa ordem.”

Em 6 de maio de 1888, a Mesa Administrativa da Santa Casa de Barbacena celebrou contrato com as Irmãs de Caridade de São Vicente de Paulo para a sua administração. Ainda nesse ano a Irmã Paula Boisseau foi designada superiora da Santa Casa de Barbacena.

Em 1923 D. Olivia Herdi Cabral Peixoto fez uma doação de um conto de réis para os serviços de maternidade da Santa Casa. Entre 1949 a 1952, na provedoria do Ministro Antônio Carlos Lafaiete de Andrada, foram realizadas grandes obras na Santa Casa de Misericórdia de Barbacena, dentre elas estão pavilhão com maternidade, refeitório, cozinha, lavanderia elétrica, sala de costura, aquisição de aparelho de anestesia gasosa, novos instrumentos para a sala de operação entre outros.

Em Outubro de 1953, fundou-se na Santa Casa de Barbacena o Centro de Estudos Médicos e Cirúrgicos. Ainda nesse ano incluíram-se o serviço de eletrocardiograma, o aparelho Cambridge e Ambulância.

Em 18 de Dezembro de 2002, a Santa Casa de Misericórdia de Barbacena foi credenciada como Hospital Amigo da Criança, recebendo o título em 28 de março de 2003.

Em 2008 conclui-se a obra com as novas instalações do Raio-X e laboratório. Ainda nesse ano, aconteceram muitas reformas, dentre elas a restauração do Jardim e aquisição de muitos aparelhos. Em 2009, iniciou-se as atividades no novo Pronto Atendimento, oferecendo uma excelente infraestrutura com 711 m² de área construída. Neste mesmo ano, iniciamos a obra no assoalho, construção da subestação de energia e da ETA, e ainda a inauguração da Casa da Mamãe.

Em 2010, recebeu a Faixa Prata, no Prêmio Regional de Qualidade – Zona da Mata como reconhecimento dos trabalhos prestados a Barbacena e região. Neste mesmo ano e 2011 as ampliações e melhorias continuaram, foram construídos novos apartamentos, o complexo materno-infantil foi unificado, tendo um novo pronto atendimento pediátrico. Deu início as obras do CTI, mais amplo, proporcionando atender um maior número de pessoas. Ainda em 2011, a Santa Casa foi contemplada com a Faixa Ouro no Prêmio Regional de Qualidade – Zona da Mata. No final de 2012 a fachada do hospital foi revitalizada, deixando a entrada da Santa Casa mais bonita e agradável para os usuários.

O ano de 2013 foi marcado pelas diversas ações ecológicas dentro da empresa e campanhas em prol da prevenção e melhor qualidade de vida para os cidadãos de Barbacena e região. O período que consiste de 2014 a 2015 foi marcado por constantes transformações na estrutura da organização, em função da melhoria dos processos e maior qualidade no atendimento.